Experts

Humberto Cardoso

Pavimentação asfáltica e os desafios da Segregação de material

Em um artigo exclusivo, Humberto Cardoso, engenheiro e expert em equipamentos para construção de estradas da Volvo, comenta sobre as principais causas de segregação na pavimentação asfáltica e fornece dicas valiosas para evitar esse problema e conseguir um resultado final de alta qualidade.

A segregação de material ocorre quando este deixa de apresentar características homogêneas. Esse processo pode ser de natureza mecânica, quando ocorre a separação dos resíduos em partículas grossas e finas de uma mistura asfáltica, ou térmica, ocasionando diferenças de temperatura ao longo da camada de asfalto.

O material segregado gera um pavimento com qualidade inferior, que costuma apresentar problemas de rugosidade e, principalmente, falhas prematuras na camada de asfalto. Esses fatores acabam reduzindo a vida útil da pavimentação.



As causas da segregação de material

Diversos fatores podem ocasionar o processo de segregação. A seguir, relacionamos as 12 causas mais comuns:

1. Projeto da mistura asfáltica
2. Pilhas de material
3. Carregamento dos silos da usina
4. Alimentação pelos silos da usina
5. Comportas de material aquecido
6. Operação do drum mixer
7. Comportas do misturador
8. Silos de armazenamento
9. Sistema de descarregamento
10. Transporte em caminhão
11. Descarregamento do caminhão
12. Operação da vibroacabadora

De acordo com os fatores acima, constata-se que a segregação costuma ter diversas causas que, em sua grande maioria, ocorrem na operação da usina de asfalto (itens 1 a 9). Duas das causas podem ser atribuídas ao transporte e ao carregamento de material, e apenas uma delas pode estar relacionada à operação da vibroacabadora.



Dicas para evitar a segregação

O que fazer, então, para evitar esse problema? Cuidados básicos podem diminuir o risco de ocorrer segregação. Considerando que o ajuste da usina de asfalto foi feito de forma precisa, não gerando segregação de materiais, focaremos em alguns cuidados relacionados ao transporte do material e à operação da vibroacabadora.

Ao carregar o caminhão, ao invés de depositar o material em um único ponto central, o recomendado é que a carga seja feita em três ou mais pontos, dependendo do tamanho da caçamba, conforme apresentado a seguir.



O silo da vibroacabadora deve ser carregado de forma contínua e constante, mantendo pelo menos 1/3 de sua capacidade total preenchida.

É importante observar constantemente se há material aderido às superfícies da caçamba do caminhão. Caso isso ocorra, o fluxo de material da caçamba até o silo poderá ser irregular, uma vez que serão criados caminhos preferenciais para o material, causando segregação.

Assim como ocorre no caminhão, o material pode aderir às paredes laterais do silo, causando segregação térmica e/ou mecânica. Para diminuir o risco de que isso se torne um problema, o operador tem duas opções: após o início dos trabalhos, não fechar jamais as abas laterais do silo até o final da jornada, ou fechá-las ao final de cada carga do caminhão (carregamento de material).

O fluxo de material do silo da vibroacabadora até a mesa é outro ponto de atenção para evitar segregação de material e, por consequência, problemas na pavimentação. As velocidades das correntes transportadoras e dos sem-fins devem ser ajustadas de tal forma que o consumo de material seja adequado à quantidade de caminhões que alimentam a vibroacabadora. Isso permitirá uma pavimentação contínua e homogênea.

Tomando esses cuidados, o risco de que haja segregação de material no transporte e operação da vibroacabadora será reduzido e a qualidade final do pavimento será alcançada.




Glossário


Segregação: Ação de segregar, de separar, de isolar, de desunir; ato de se afastar.

Silo:
reservatório fechado, de construção acima ou abaixo do solo, próprio para armazenamento de material granuloso, como cereais, cimento etc.

Sobre o Expert

Humberto Cardoso

Humberto Cardoso

Engenheiro Mecânico pela Universidade Federal de Uberlândia com mais de dez anos de experiência no mercado de máquinas de construção, Humberto Cardoso é Engenheiro de Vendas na VCE. Ele é responsável pelo suporte técnico dos produtos de Construção Rodoviária, desenvolvimento de material de marketing, suporte às vendas e treinamentos para os consultores e engenheiros de venda da rede de distribuição de toda a América Latina. 

Ver todos os artigos Humberto Cardoso

ÚLTIMOS ARTIGOS

Ver todos os artigos

Notícias Relacionadas

Obrigado por se inscrever na newsletter.

Em breve você receberá novidades sobre o mercado de construção de estradas.
Ocorreu um erro ao enviar as suas informações. Favor tentar novamente.
Favor preencher todos os campos que estão destacados em vermelho.